saco-de-papel.png

precisava
de você

Caderno
folhas-secas.png
capa pdv.jpg

  ~~~ METAPHOR   

esse foi o material encontrado dentro do saco de papel pardo deixado por Lola Tavares em cima da mesa do guarda-sol na cafeteria Hangar, em Porto Tempestade

caneta.png
candy.png
candy.png
cd.png

Composição: Pedro Guerra

De repente eu não tente ou deva te procurar
De repente eu sou enfeite da tua sala de estar
Ou então eu sou o panfleto que você ignora na rua

De repente você só queria se embriagar
De repente o meu coração era open bar
Ou então eu era um tango e você só queria sambar

De repente eu sou a roupa que você não quis ter
De repente eu sou o refrão que não gruda em você
Ou então aquela rima que não quis aprender, pra quê?

Pra quê?

Meu bem, cadê você?
Foi se esconder
E não aparece há uma semana
Eu sei, não é normal
Fingir que está igual
Mas é assim quando se ama

De repente eu sou o filme que você não quer ver
De repente eu sou um milkshake sem nem bater
Ou então eu sou um alfabeto sem ABC, ninguém lê

De repente eu sou um carro que não tem mais motor
De repente eu sou o remédio que não cura tua dor
Ou então mais uma música que só fale de amor e rancor

Meu bem, cadê você?
Foi se esconder
E não aparece há uma semana
Eu sei, não é normal
Fingir que está igual
Mas é assim quando se ama

De repente eu não sou nada, nada, nem metáfora
De repente você nem viu ou sentiu que partiu
De repente eu sou o jornal que não noticiou


De repente eu não sou a tua favorita cor
Ou então eu apenas não fui, não serei e não sou
E não sou

De repente eu sou alguém que você já esqueceu
De repente você finja que nada aconteceu
Ou então você vá ouvir essa canção e lembrar que você me perdeu

  ~~~ METÁFORA   

Composição: Pedro Guerra

& Rhaysa Santos

I guess now it's time to say what I was trying to hide

I guess maybe I was never the name on your mind

And something made you run when you should've tried

I guess maybe I was pop and you were rock n' roll

I guess maybe you were too hot and I was too cold

And my love was too strong for you to hold
 

I guess maybe I'm the poetry that you couldn't read

I guess maybe I'm not the person that you really wish

And somehow you decided I was never who you'd need to keep

My dear, where have you been?

It's been a year

And now I barely know what to do

It's hard to say goodbye

I guess maybe I'm the record you chose to ignore

I guess maybe I'm not the one you want on your door

And I was never the love you were looking for

I guess you were the shining sun, I was the rainy day

I guess you wanted to have fun and I was asking 'please, stay!'

And you'll never hear all the things I want to say

Please, wait!

My dear, where have you been?

It's been a year

And now I barely know what to do

It's hard to say goodbye

I guess maybe I'm nothing

Nothing but a metaphor

And all the words that I have to sing they won't be on your lips

Well, maybe I'm someone that you already forgot

And I can't pretend to be someone that I'm not

All I know is I cannot be the person you thought

No, I'm not

I guess maybe other girl is what I couldn't be

So I couldn't understand what you tried to mean

And one day I know you'll listen to this song and you'll see

I'm not even here